terça-feira, 20 de maio de 2014

Surpresa!

Na tentativa de ajudar uma amiga que está a vender os seus livros para pagar o Mestrado, comprei este livro. Nada sabia sobre ele ou mesmo sobre o que abordava. Olhei para ele e simplesmente comprei-o. Comecei a lê-lo ontem... e de todos os livros que algum dia já li (e foram muitos), este é O Meu Livro. É um romance que testemunha a aventura de desse autor em busca do amor. Ele narra a jornada mística em busca da felicidade, encontrada com Leslie Parrish, a atriz com quem se casou. Retrata tudo o que sou, tudo o que quero Ser, tudo o que quero ter. Recomendo, MESMO!

"Não sei onde estás, mas vives algures neste planeta e, um dia, tu e eu vamos tocar neste portão onde toco agora. A tua mão tocará nesta madeira, aqui! Depois, atravessá-la-emos e transbordaremos de futuro e de passado, e seremos um para o outro como nunca ninguém foi. Não sei porquê não nos podemos conhecer agora. Mas, um dia as nossas perguntas serão respostas e seremos surpreendidos por algo tão brilhante… e cada passo que dou é um passo mais numa ponte que temos de atravessar para nos conhecermos. Depressa, por favor!"

"De vez em quando é saboroso fechar os olhos e, nas trevas, dizermos a nós próprios: 'Sou feiticeiro, e quando abrir os olhos verei um mundo que criei e pelo qual eu e só eu sou em absoluto responsável'. Então, lentamente, as pálpebras abrem-se como o pano de um palco. E lá está o nosso mundo, tal e qual o construímos.”

Sem comentários:

Publicar um comentário