domingo, 18 de junho de 2017

Dos afectos


O choque e a dor desta tragédia faz-me emocionar muito, ou não fosse eu feita emoções. É inimaginável Viver estas vidas mas revivemos com cada uma delas cada vez que ouvimos e vemos o seu banho de desespero e dor. No meio deste negro fumo surgem raios de luz de esperança disfarçados de solidariedade. E é aqui que fazemos a diferença. É urgente os afectos, é urgente o Dar(-se), é urgente amenizar estes corações despidos de tudo. Todos temos obrigação de o fazer. Chega de passividade e alheamento perante a dor e perda humana. Todos podemos ajudar... Vamos ajudar os bombeiros e as autoridades que arriscam as vidas para salvar outras. O seu lema é "para que outros vivam"... e nós podemos ajudar! Desloquemo-nos às corporações de bombeiros, façamos as nossas contribuições: águas (sem e com gás), barras energéticas, fruta verde, cobertores, roupa, ligaduras, compressas, etc. Todos podemos fazer a diferença, todos. 

Sem comentários:

Enviar um comentário